Início » Tudo que você precisa saber sobre Transformação Digital e Google Workspace (G Suite) » Descubra o que é inteligência artificial e como ela funciona

Descubra o que é inteligência artificial e como ela funciona

Nesse artigo, descubra o que é inteligência artificial e como ela funciona!

Teoricamente, a inteligência artificial procura estudar e compreender o fenômeno da inteligência. Portanto, à medida em que procura construir instrumentos que apoiam a inteligência humana. Então, IA, é o ramo da ciência que pretende criar máquinas que realizam tarefas com uso da inteligência.


Tempo de leitura: 7 minutos Sobre o que vai ler O que é inteligência artificial; Como ela funciona; Como empresas utilizam; O que é deep learning.


Então, simulam a capacidade humana de raciocinar, perceber, tomar decisões, resolver atividades e solucionar problemas.

Esse processo é através do armazenamento e combinação de dados sobre o modo como humanos pensam e agem. Já nos negócios, o rápido desenvolvimento da informática e computação tem possibilitado uma rápida evolução da IA.

Como as empresas utilizam a inteligência artificial

Imagine a seguinte situação:

Um executivo faz uma apresentação para investidores e ao invés de lembrar dos arquivos, pede em voz alta:

“Preciso da previsão de rentabilidade para os próximos 24 meses”.

Com efeito, o computador localiza sozinho arquivo, que se encontra na nuvem, facilmente acessível e seguro.

De mesma forma, o sistema pode registrar:

  • fluxos de caixas;
  • fazer previsões;
  • análises de comportamentos;
  • avaliações de riscos e sugestões de ações e;
  • cruzamento de dados com fornecedores clientes e investidores.

Assim sendo, ações que ajudam ao time a concentrar-se na parte mais estratégica dos negócios.

Outras aplicações que a IA soluciona e torna mais ágeis algumas ações de rotina, por exemplo:

  • recomendações de organização de produtos em e-commerce;
  • sugestões de melhoria de posts, formatação de contratos e;
  • respostas às perguntas mais comuns. 

É inegável o benefício das tecnologias na rotina de trabalho.

Adotar ferramentas de Inteligência Artificial e Machine Learning é obrigatório para as empresas que quiserem sobreviver.

Machine Learning o que é e qual a diferença para a IA?

Segundo o pesquisador Arthur Samuel, em 1959, ML não é explicitar as regras para o sistema. Portanto, ensinar o computador, mas sim ensinar o computador a aprender.

Na prática, Machine Learning é o uso de algoritmos para coletar dados e aprender com eles. Ao invés de implementar rotinas de software manualmente, a máquina é treinada com quantidades de dados e algoritmos. Posteriormente, esses dados dão à ela a habilidade de aprender e executar a tarefa.

O ML trabalha com três grupos de algoritmos baseados na forma com que o aprendizado funciona internamente:

  • Aprendizado Supervisionado, como: Regressão Linear e Logística, Árvores de Decisão, SVM, KNN entre outros;
  • Aprendizado Não Supervisionado, através dos algoritmos K-Means e Agrupamento Hierárquico;
  • Aprendizado por Reforço, um robô tem tarefa executada baseada numa política de ações e recompensa esperada.

Deep Learning através dela, implementa-se a Machine Learning para chegar a IA

Uma limitação do Machine Learning é processar informações que estejam dispostas como um tradicional banco de dados. Então, não pode trabalhar com imagens e sons, os chamados de dados não estruturados.

Contudo, aqui entra o Deep Learning e toda a revolução que seus algoritmos estão provocando. Sendo assim, o DL é uma categoria dentro do Machine Learning e da Inteligência Artificial.

Primordialmente, faz uso de modelos inspirados no cérebro humano, chamados de Redes Neurais Artificiais. O termo deep faz referência à quantidade de camadas que compõem a rede neural.

As redes com uso de mais de uma camada: rede neural profunda com todo aprendizado por Deep Learning.

As redes do DL possibilitaram tecnologias como:

  • tradução automática de textos;
  • reconhecimento facial;
  • transcrição de fala em texto (como o Google Assistente e outros aplicativos do Google Workspace (G Suite));
  • computadores vencendo jogadores profissionais;
  • carros que dirigem sozinho entre muitas outras coisas.

Semelhantemente, comprando um livro que a Amazon oferece baseada no perfil de consumo, é utilizado Machine Learning. Quando utiliza o Google Tradutor, é utilizado o Deep Learning. Ambas são aplicações da Inteligência Artificial. Graças ao Deep Learning, IA tem um Futuro Brilhante.

O Deep Learning permitiu muitas aplicações práticas de Machine Learning e de IA. Deep learning se divide em tarefas de maneira que todo tipo de ajuda de uma máquina é possível.

IA é o presente e o futuro. E os seres humanos?

AI-Maths, uma máquina de inteligência artificial que contêm 11 servidores num centro de sala de testes. Em um desses, competiu com alunos para entrada na faculdade e conseguiu terminar a prova em 22 minutos.

Todavia, apesar da rapidez, a AI-Maths não conseguiu uma pontuação tão alta como os alunos. Ainda assim, estamos longe de ver a inteligência artificial substituir os humanos em todas as funções.

Pois não sabem desejar, não entender de interpretação, empatia e criatividade. Da mesma forma, a cada dia o desenvolvimento da inteligência artificial avança. Mas apesar de interpretar emoções, ela não tem emoções.

Segundo o professor do MIT, Difícil prever se um dia ela terá, mas é quase impossível pensar nisso hoje. Assim, o medo de máquinas substituírem os seres humanos pode ficar de lado. Porém é preciso saber que sim, a IA mudará muito em nossa realidade.

“Empregos vão, sim, desaparecer, mas surgirão outros.” Em suma, é hora de trabalharmos  nossa criatividade e tirarmos o melhor proveito da tecnologia.

Logo, quer saber mais sobre como o Google utiliza inteligência artificial? Converse com a gente!

Conecte-se, Eleve Resultados!

Continue conectado: