Pular para o conteúdo
Início » Tudo que você precisa saber sobre Transformação Digital e Google Workspace (G Suite) » 3 ferramentas que vão ajudar no rebranding da sua marca

3 ferramentas que vão ajudar no rebranding da sua marca

Sua empresa não está atingindo os resultados necessários? Sente que a identidade visual ficou obsoleta ou quer atingir novos públicos? Precisa reposicionar a marca no mercado? Quer colocar seu negócio em evidência? Então está na hora de fazer um rebranding.

Primeiramente, o rebranding nada mais é do que repensar toda a imagem da sua empresa. Isso vale para a identidade visual, valores, missão, postura nas redes sociais, etc. Dessa forma, sua marca ganha força de novo e volta a repercutir no mercado. Em momentos de crise, fazer o reposicionamento de marca é fundamental para sua empresa se reerguer.

Essa estratégia também vale para quando a empresa vai lançar um novo produto, por exemplo. No entanto, não é interessante fazer isso toda vez que for lançar algo novo. Seu negócio pode perder a identidade e o tiro acabar saindo pela culatra. 

faça branding com essas ferramentas

O rebranding serve para quando sua marca precisa se renovar. Então, você aproveita o momento do lançamento e mostra que sua empresa mudou. Repensar o posicionamento da sua empresa mostra que ela está preocupada em estar atualizada, já que o mundo muda rapidamente.

Para te ajudar nesse processo de reposicionamento de marca, separamos algumas dicas de ferramentas que podem ajudar. Assim, você faz o rebranding da sua empresa de maneira profissional e com qualidade. Não trabalhamos com amadorismo, certo? ;)

O que considerar na hora de fazer um rebranding

Antes de tudo, te convido a ler o nosso post “por que fazer um rebranding em 2022?”. Nele, você pode entender se é hora de fazer o reposicionamento da sua marca.

Em seguida, é importante ressaltar o que deve ser considerado na hora do rebranding. Pense nos valores e na missão atual da sua empresa. Você quer mudar algo neles? É o primeiro passo para traçar uma estratégia coerente com o que sua empresa quer passar. Sem isso, você corre o risco de fazer um rebranding que não faz sentido com a sua marca e perder credibilidade.

Além disso, você deve tomar muito cuidado com a identidade visual da empresa. Logotipo, cores e fontes precisam fazer sentido entre si e remeter ao seu negócio, ainda que esteja diferente. Imagina se alguém bate o olho na nova identidade visual e acha que é outra empresa? Não parece ser uma boa ideia. É preciso que o público identifique a marca, apesar das mudanças.

Pense no seu público-alvo. Você quer mantê-lo? Quer mudar ou conquistar um novo público? A partir daí também é possível traçar um plano para um rebranding que permita que sua empresa chegue nessas pessoas.

Por fim, é importante entender em qual rede social seu público está. Não dá mais para ter uma marca sem se posicionar no digital. 

Veja ferramentas que vão ajudar no rebranding

Ferramentas de edição de imagem

Como já foi mencionado acima, repensar a identidade visual da empresa é essencial no rebranding. Até porque esse quesito é de extrema importância no posicionamento de uma marca. O logotipo dela, por exemplo, é uma das primeiras coisas nas quais prestamos atenção.

Existem diversas plataformas gratuitas na internet que permitem a criação de uma nova identidade visual, com diferentes fontes e cores disponíveis. Você pode criar logotipos, anúncios, etc usando elas.

Conecta Sign

Ainda no quesito identidade visual, a assinatura de email também faz parte dele. Como a principal forma de comunicação que usamos é o email, a assinatura também acaba sendo um posicionamento. Por meio da assinatura de email também é possível fazer propaganda de produtos, por exemplo. Além disso, é uma forma natural de mostrar a nova identidade visual. Ou seja, é parte importante do rebranding.

O Conecta Sign é uma ótima plataforma para fazer uma assinatura que esteja de acordo com a imagem da sua empresa. Nele, existem modelos pré-prontos para elaborar uma assinatura de um jeito simples, mas personalizado. 

Você também pode criar modelos pelo HTML. E um toque especial do Conecta Sign é poder aplicar a assinatura para todos os colaboradores. Assim, os funcionários também divulgam as novidades da empresa de maneira orgânica a cada comunicação via email. O rebranding tem mais chances de ser bem sucedido quando há esse tipo de divulgação. 

Para entender melhor como o Conecta Sign funciona, temos um post que pode ajudar. Leia “Conecta Sign: edite assinaturas de email em massa e economize tempo”. Caso você não saiba, o Conecta Sign possui um período gratuito de testes para você experimentar a plataforma.

Ferramentas de impulsionamento nas redes sociais

Conforme já foi dito, é preciso que a sua marca esteja presente no digital. Não tem como sustentar um negócio hoje em dia se não for ativo nas redes sociais. Dependendo do seu público-alvo, há uma rede social específica, onde você pode focar sua estratégia. Em muitos casos, não é preciso estar em todas as redes, mas em mais de uma certamente faz diferença.

Existem diversas plataformas para impulsionar o conteúdo produzido e permitir que ele chegue a mais pessoas. Para cada plataforma, há uma ferramenta diferente. A principal é o Google Ads, que é gratuito. Ela ajuda a monitorar sua campanha por meio de anúncios no Google. Mas também é necessário observar qual é a plataforma mais indicada para a rede social na qual você precisa investir.

Por fim, vale lembrar que não existe fórmula mágica para um rebranding, apenas algumas medidas que tendem a funcionar. É preciso fazer um planejamento atento e cuidadoso, com muito estudo. Dessa forma, você direciona seus esforços para algo concreto e evita que sua empresa não atinja os resultados esperados.

%d blogueiros gostam disto: